Plantas no Quarto de leitura na Casa na Toca

Plantas no Quarto de leitura na Casa na Toca

Plantas no Quarto de leitura na Casa na Toca

A Líricas botânica foi a responsável por levar as Plantas em nosso Quarto de Leitura na Casa na Toca. Com certeza, elas trouxeram vida e fizeram toda a diferença. Por isso, hoje vamos falar sobre cada uma e como cuidar.

A Simone, proprietária da Líricas Botânica, nos contou que as Plantas escolhidas tinham como missão resgatar esse sentimento das Plantas de casa da vó. Já que o projeto tem esse ar de bibliotecas laboratórios, espaço para experimentos, deixar fluir o imaginário, a fantasia.

Vale ressaltar que ela não acredita em regras de regas, cada lugar tem um clima e aquela dica de vó é o que vale aqui: sentir a terra para saber se está úmida, regar quando ela estiver mais para seca e manter esse cuidado, olhar para elas, ser mesmo aquela mãe, planta é vida.

Espécies escolhidas

Pilea Peperomioides

Uma das plantas de interior mais populares do momento, chamada de dinheiro chinês. Apreciada por suas folhas decorativas em forma circular, ela é uma ótima opção para qualquer pessoa, seja iniciante ou mais experiente, visando adicionar um pouco de verde para sua casa. É uma suculenta que cresce feliz e demanda poucos cuidados, gosta de luz indireta.

Eucalipto cinérea

Conhecido como Eucalipto Prateado em hastes pendurado seca bem charmoso e tem folhas perfumadas para o ambiente.

Lambari roxo

Tradescantia zebrina é seu nome científico. Planta pendente que vive bem em espaço de sombra e meia sombra, sendo assim, exige pouca manutenção e folhagens reluzentes.

Renda Portuguesa

Precisa de sombra, porém gosta de luz, então, mantenha o vaso em local bem iluminado. Da família das Samambaias, é uma planta que se adapta bem dentro de casa. Gosta bastante de água e de umidade, sendo assim, deve ser regada constantemente. Mais samambaia de vó impossível!

Jiboia prateada

É uma folhagem excelente para apreciarmos dentro de casa. Ela gosta do calor e da luz de uma janela. Por isso, a manutenção é fácil e uma dica que sempre ouvimos é: comece no movimento urban jungle com as jiboias!

Coléus

Adapta-se a climas tropicais e tem as folhagens com as cores mais intrigantes.
Gosta de sobra parcial ou sol direto.  Sendo assim, a maioria têm melhor cor e melhor aparência quando cultivados em sombra parcial e seu solo deve permanecer sempre úmido, sem ficar encharcado.

Asplênio

Suas folhas são charmosas porque nascem enroladas, ela pode ser cultivada em locais sombreados, interiores. Apresenta crescimento lento. Gosta de calor e umidade.

Deixe seu comentário ↓

Outros Posts

Leave a Comment

Leave A Comment Your email address will not be published