Cuidados essenciais com o recém-nascido

Cuidados essenciais com o recém-nascido

Cuidados essenciais com o recém-nascido

Texto de Melina Caldani

Ter o recém-nascido nos braços, chegar em casa, aquelas cenas lindas de amamentação e soninho no colo! Quem nunca projetou o início perfeito? Na prática, os primeiros dias são tão incríveis e apaixonantes quanto desafiadores.

Cuidando da mãe

Quem cuida precisa de cuidados! A mãe recém-parida está se redescobrindo e vivendo uma avalanche de hormônios. Por isso, escuta ativa, acolhedora e respeito a suas decisões são essenciais!

Seja pela cicatrização da cesárea ou o cansaço do parto, o corpo da mulher precisa se recuperar. O sono é entrecortado, o recém-nascido mama dia e noite. Então, delegar tarefas é essencial. Uma dica é: a família ou o pai assumem a vida prática e a cozinha.

Outras dicas

– Compressa gelada: um absorvente embebido com chá de camomila, congelado serve para aliviar a dor no períneo, se teve parto vaginal.

– Uso de almofada de amamentação ajuda a proteger os pontos na cesárea e é um conforto para os braços.

– Calcinhas geriátricas no lugar de grandes absorventes são ótimas: contém o sangramento, são discretas e confortáveis.

– Um banho prioritário assim que o dia começar faz milagre.

– Rolinhos de fralda de algodão para proteger o seio do contato com a roupa, para auxiliar na cicatrização de fissuras e aliviar a sensibilidade são acessíveis e práticos. Use isso é hidrate com o próprio leite.

Cuidados essenciais Basicamente, um bebê precisa de contato humano: colo e peito são essenciais para seu desenvolvimento físico e emocional.

Cuidados essenciais

Basicamente, um bebê precisa de contato humano: colo e peito são essenciais para seu desenvolvimento físico e emocional.

Cuidando do recém-nascido

O calor traz relaxamento e alivia cólicas. Um banho de balde morno ajuda; colo com a barriguinha encostada no adulto; compressas feitas com uma fraldinha de pano aquecida (morna) na região da barriga; ou mesmo uma massagem carinhosa são curingas.

Se baseie no conceito de “exterogestação” e aplique algumas técnicas que simulam o ambiente mais contido do útero. O sling é um excelente aliado para o conforto do bebê, porque une isso ao contato corporal, ouvir o coração do adulto, sentir sua respiração e o embalo.

Usar uma manta ou cueiro e enrolar o bebê pode ajudar. O jeito certo é enrolado mas com liberdade de movimento. Cuidado para que o bebê não tenha o tórax comprimido para não prejudicar a respiração, nem fiquem pontas soltas, e deixe o quadril e as perninhas cobertos mas sem esticar! Dessa forma, evita lesão.

Usar uma rede sobre o berço ou um ninho são ótimos artifícios pra que o bebê fique confortável e relaxado! Na rede, cuide para o narizinho e a boquinha estarem visíveis! E no ninho (ou em qualquer outra superfície plana de dormir) lembre que o bebê deve estar de barriga pra cima.

Algumas coisas são tão simples e quase tudo dá para fazer com o que se tem no enxoval. Enfim, o mais importante é lembrar que o bebê e mãe merecem todo cuidado e acolhimento possíveis.

Com um pouco de criatividade, o dia a dia fica mais fácil!

Um abraço!

Deixe seu comentário ↓

Outros Posts

1 Comment

Leave a Comment

Leave A Comment Your email address will not be published