Tudo sobre colestase gestacional

Tudo sobre colestase gestacional

A coceira é o principal sintoma da colestase gestacional, uma complicação grave no fígado, que ocorre na gestação. Detectá-la bem cedo é fundamental para manter o bebê a salvo. Saiba como no nosso post!

Riscos

Normalmente, o fígado produz a bile que parte para o intestino e contribui para a digestão. Com a colestase gestacional isso é reduzido levando ao aumento dos níveis sanguíneos materno dos ácidos biliares. Estes atravessam a barreira placentária e são os responsáveis por afetar a saúde do feto.

Assim, os ácidos biliares interferem na função cardíaca fetal predispondo arritmias e também afetam a circulação placentária diminuindo o aporte de oxigênio para o feto podendo levar ao óbito. Os níveis elevados dessas substâncias ainda aumentam os riscos de parto prematuro por alterarem a contratilidade da musculatura uterina.

Diagnóstico

Um exame de sangue e até mesmo o ultrassom, podem diagnosticar a colestase gestacional. Esses exames serão imprescindíveis para diagnosticar o porquê da retenção do fluxo de bile para o intestino. Caso haja presença de pedras na vesícula, o médico avaliará os riscos de fazer a retirada durante a gravidez.

Tratamento

Para tratar os sintomas da colestase gestacional, o médico receitará vitaminas que ajudam o corpo a absorver a bile, como a vitamina K. Essa vitamina também ajuda a reduzir as chances de hemorragia pelo excesso de bile no sangue para mamãe e bebê.

Além disso, é necessário refazer os exames de sangue a cada mês para verificar a evolução da doença, e repeti-los até 3 meses após do parto, para se certificar se o problema desapareceu com o nascimento do bebê.

O tratamento do ponto de vista materno consiste em repouso, sedação leve e dieta pobre em gorduras. Com a diminuição dos ácidos biliares, alguns autores acreditam que ele acabe por representar um fator de proteção cardiovascular fetal.

Fonte: Bebê e Mamãe, Tua Saúde e Revista Crescer.

Tudo sobre colestase gestacional

Deixe seu comentário ↓

Outros Posts

Leave a Comment

Leave A Comment Your email address will not be published