Benefícios e dicas de como usar sling para bebês

Benefícios e dicas de como usar sling para bebês

Benefícios e dicas de como usar sling para bebês

Nesse post você vai aprender todos os benefícios do uso do sling para recém nascidos!

O bebê, em função de suas características de desenvolvimento, continua seu processo de gestação após o nascimento. Diferente de outros mamíferos, ele nasce absolutamente dependente de outro ser humano adulto para manter-se vivo.

Nos primeiros meses esse processo é ainda mais intenso em função de sua imaturidade como um todo.

O contato pele a pele regula a temperatura, estabiliza a frequência cardíaca e melhora a sucção. Traz benefícios ao aleitamento materno, favorece o vínculo e estimula confiança dos pais nas suas competências para cuidar. Sobretudo, colo é vital.

O bebê PRECISA de vínculo com outro ser humano para SOBREVIVER. Podemos dizer que, antes de qualquer outra necessidade fisiológica, ele nasce e demanda outro ser humano. A partir daí, se organiza e busca o seio.

Se a seleção natural nos empurrou para nascermos prematuros dentre todos os mamíferos, temos condições de prosseguir com a gestação aqui fora utilizando o que já temos: nosso corpo e nosso afeto, o que chamamos de “exterogestação”.

Porém, os slings ou carregadores ergonômicos sem dúvida ajudam muito no dia a dia, porque mantêm o bebê junto da gente e libera nossas mãos.

Benefícios

O uso desses carregadores traz os benefícios do contato corporal. É o chamado “babywearing”.

Podem ser um ótimo aliado para ajudar o bebê a dormir com o quentinho do corpo e o embalo do movimento.

Auxiliam que ele observe o mundo a partir da perspectiva dos pais, o que pode ser tornar um facilitador para aquisição de linguagem e aprendizado.

Favorecem a amamentação porque a proximidade com o corpo da mãe pode ser um estímulo para a descida e produção do leite materno.

Acalmam, especialmente o recém-nascido, uma vez que esse contato o permite ouvir as batidas do coração da mãe ou do cuidador. Isso os remete às experiências intra-uterinas, além de ser um contato que o envolve, gerando esse conforto. É por isso que o sling é um acessório que possibilita a exterogestação.

Já ouviram falar do “método canguru”? O método consiste em propiciar o pele e pele – com ou sem o sling – com bebê prematuros. Auxilia na transição da UTI/UCI neonatal até a vida domiciliar.

Eu uso sling desde o meu primeiro filho, o Miguel. Usamos desde o 5º mês até 2 anos e meio e nosso eleito foi o wrap. Com a Alice, usei do 4º dia de vida até cerca de 2 anos, começando com o wrap e passando para a mochila. Já com a Cecília, que hoje tem um ano e meio, comecei também pelo wrap no 2º dia de vida e desde o 4º mês uso a mochila.

Passo a passo do sling Bebês. Usar um wrap sling pode trazer vários benefícios para você e para o bebê

Passo a passo do sling

Bebês. Usar um wrap sling pode trazer vários benefícios para você e para o bebê

Tipos de Carregador

TIPO DE CARREGADOR

MATERIAL

MODELOS COMUNS

TECIDOMalha PV, linho, tear, viscose.

Woven wrap/faixa, argola, pouch, mei-tai.

A diferença está na forma de amarração e tamanho do tecido.

ESTRUTURADOTecidos naturais ou sintéticos com fechadores em acrílico certificadoMochilas ou cangurus. A diferença está na ergonomia. Mochilas costumam ser ergonômicas – formam uma cadeirinha para o bebê. Os cangurus o deixam com as pernas retas penduradas e são contra-indicados.

Dicas de Segurança

Respeitar sempre o limite do tecido. Verificar a qualidade das argolas, evitando emendas as que não sejam próprias a esse fim. Malhas não são indicadas para transporte nas costas porque cedem mais e as faixas deslizam. A cabecinha do bebê deve estar sempre fora do tecido, na altura de onde o adulto consiga beijá-lo. O bebê nunca deve ser virado para a frente, sempre deve estar virado para o adulto. As costas e o quadril do bebê devem sempre estar com suporte adequado. Não usar se estiver gasto ou danificado.

No caso do carregador estruturado, respeitar sempre as indicações de peso do fabricante. O bebê nunca deve ser virado para a frente, sempre deve estar virado para o adulto. Verificar se o fabricante tem alguma certificação em relação às presilhas. As costas e o quadril do bebê devem sempre estar com suporte adequado. Não usar se estiver gasto ou danificado.

Para saber mais

Se você se interessou, deixamos mais informações nas indicações abaixo, além de diversos tutoriais para o uso do wrap. Aproveite e “happy babywearing”!

Exterogestação

Método Canguru

Colo

Como carregar o bebê com segurança

Deixe seu comentário ↓

Outros Posts

Leave a Comment

Leave A Comment Your email address will not be published