6 modelos de cortina para deixar qualquer quarto infantil incrível!

6 modelos de cortina para deixar qualquer quarto infantil incrível!

6 modelos de cortina para deixar qualquer quarto infantil incrível!

Muitos elementos podem contribuir para a personalização de ambientes voltados às crianças, como quartos infantis. As cortinas, por exemplo. Elas podem ajudar a fazer o controle de luz dentro dos cômodos. 

Mas, mais do que isso, essas mesmas cortinas podem fazer o ambiente ficar mais alegre, enfatizando a temática da sua decoração e preenchendo uma das maiores áreas de paredes vazias. Veja a seguir.

Quarto Colorido com Cortina Rolô

Cortina de varão e argolas ou laços

Um dos modelos mais simples de cortina e que super combina com decorações de quartos infantis é a cortina de varão com argolas. Para ela, é preciso dois panos leves de tecido, como voil. E o cálculo é feito assim:

  • se, por exemplo, a janela do ambiente tem 2 m de largura, deve-se multiplicar 2 x 2; então seria necessário 4 m de tecido;
  • já para a altura, se a cortina for do chão do topo da janela, digamos de zero a 2,30, soma-se mais 60 cm para a confecção da barra e talvez um fino bandô; então seria preciso 3,20 m de tecido.

Bem, todo esse cálculo é baseado na ideia de que o tecido encontrado tem 1,40 m de largura, mas se tiver mais, poderá ser usado na horizontal, sem emendas. 

Mas, no fim de tudo, após colocar as argolas, é preciso esperar uns dias para que o tecido “trabalhe” e só então possa marcar a bainha na altura desejada. E pode-se fazer um jogo com forro liso e claro, e cortinado colorido e estampado.

Observação: a primeira argola e laço devem ser costurados bem no meio do pano da cortina, depois mais outra argola e laço em cada ponta, e os demais distantes 15 a 20 cm um do outro.

Cortina de franzir com cadarço

O cadarço de franzir é muito útil e prático na confecção de cortinas para quarto infantil. Ele deve ser costurado na bainha superior da cortina – comprado na mesma metragem da largura do tecido – com uma entretela junto. 

O resultado desse franzido pode ficar bastante interessante, inclusive dispensando safena ou bandô na parte de cima. Mas o sistema vai exigir a instalação de trilho no teto.

O legal da cortina de cadarço é que conseguimos fazer vários tipos de franzidos na cortina a partir disso – como pregas austríacas. Esse modelo fica muito bonito quando executado em tecido leve com xales nas laterais e quem sabe ainda alças e outros acessórios.

Cortina rolô e painel

A cortina rolô é um tipo de persiana que cobra apenas a superfície da janela, mas que pode, em decoração de quarto infantil, ser combinada a uma cortina tradicional. Seu estilo é bastante simples. 

Para calcular a quantidade de tecido para ela é simples: se a janela medir 150 x 120 cm, devemos comprar 150 + 40 cm (para as bainhas) e 120 + 20 cm (para os arremates laterais).

Outra opção é a cortina painel, que de vez ser composta de barras de tecido na horizontal é composta de barras na vertical, como painéis – daí o nome. 

A diferença do modelo anterior de cortina é que essa vai do chão ao teto. E deve-se contar também que um painel irá se sobrepor a outro – talvez entre 5 e 15 cm, dependendo do efeito visual que se deseja criar.

Cortina romana e ‘de fole’

E aqui vai mais dos exemplos de cortinas. A romana é também uma persiana, formada por fragmentos de tecidos alinhados de forma horizontal que dobram e se desdobram para cima e para baixo à medida que a cortina é aberta ou fechada. 

Já a ‘de fole’ é um pouco diferente, já que os cordões que fazem a marcação são na vertical; então quando a cortina é recolhida forma “gomos” na parte de baixo.

Poderíamos dizer que cada um desses modelos são boas sugestões para quartos de meninos e meninas, respectivamente. Ambientes para meninos podem receber cortinas em estampas tipo listrado, xadrez ou em desenhos geométricos. 

Já as meninas podem ganhar para o seu quarto cortinas com mais babados e desenhos como de flores, princesas de histórias e também desenhos geométricos.

Cortina com safena, reposteiro e puxadores

Vamos falar mais dos quartos das meninas. Geralmente para a decoração desse tipo de cômodo, os decoradores indicam peças em tecidos finos e brilhantes, que vão ter grande participação na personalização dos ambientes. 

E essas peças devem ser formadas por várias camadas, incluindo safena (bandô) e reposteiro (cortinado), muito bem elaboradas e em vários níveis de matizes de uma paleta de cores.

São ideias para bandô:

  • reto – com barra recortada no mesmo tecido ou tecido contrastante -, em curvas, em três fitas, estofada, em tela de tapeçaria com tela bordada a mão, em placa de madeira revestida, franzida com quatro fios, com pregas, com tiras emendadas e botões, como xale, xale com franjas, xale preso no meio com botão de metal, xale colocado sobre varão.

Observação: geralmente cortinas com bandôs são utilizadas em decorações de quartos infantis mais elaborados – como aqueles em estilo ‘imperial’. 

Já os cortinados entram na história para ajudar no controle da luz, sendo a cortina atrás mais leve, para os momentos do dia, e a da frente mais pesada, para escurecer o ambiente à noite. E os mesmos podem ser recolhidos com ajuda de prendedores.

Cortina com detalhes artesanais

Atrás do xale ou cortineiro pode-se ter algo mais arrojado do que uma cortina simples, em tecido leve. Para quem quer criar algo mais brilhante, colorido e divertido, uma ideia é montar uma cortina artesanal com fios encerados, de seda ou barbante, com contas ou bichinhos de tecido. Mas, se preferir, pode-se limitar essa ideia a apenas um cordão, como um pingente para colocar ao lado da cortina.

Como você viu, opções não faltam, escolha aquela que vai ficar perfeita no quarto de sua criança.

Essas dicas de decoração foram criadas pela equipe Viva Decora.

Deixe seu comentário ↓

Leave a Comment

Leave A Comment Your email address will not be published